Uniluanda

idioma

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) recebeu nesta segunda-feira (28) a visita do reitor da Universidade de Luanda (UniLuanda), Alfredo Gabriel Buza, como parte de um acordo bastante amplo entre as duas instituições. O encontro aconteceu no prédio da Reitoria com o reitor da UFPR, Ricardo Marcelo Fonseca. Um acordo que visa estabelecer ainda mais as cooperações internacionais da UFPR com outras universidades

Durante a visita, o reitor Alfredo Buza esteve acompanhado pela professora Juliana Canga, presidente da Assembleia e membro do Conselho Geral da UniLuanda. Além dos estudantes angolanos que fazem parte do programa de Pós-Graduação em Educação.

Estiveram presentes também o Diretor do Setor de Educação, Marcos Ferraz, o Superintendente de Inclusão, Políticas Afirmativas e Diversidade (SIPAD/UFPR), Paulo Vinicius Baptista da Silva, a coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPR, Elisangela Scaff, a professora do setor de educação da UFPR, Marcia Baiersdorf, e a professora associada da UFPR, Marília Andrade Torales Campos.

Segundo o reitor, Ricardo Marcelo Fonseca, esse acordo prevê uma série de colaborações. “Foi um acordo que firmamos aqui na presença da comitiva angolana bastante amplo e que chamamos de acordo “guarda-chuva”, que prevê depois uma série de colaborações específicas que virão a ser entabuladas. Apesar de ser uma universidade nova, a UniLuanda já tem uma relação estabelecida com a UFPR. “As relações sul-sul nós consideramos hoje absolutamente estratégicas e eu tenho certeza que vai ser uma via de mão dupla onde o aprendizado para os nossos pesquisadores, para os nossos estudantes que participarem deste acordo, será imenso”. Para o reitor, Alfredo Buza, as expectativas são grandes com o acordo e parceria firmado entre as instituições. “Soubemos a dimensão histórica da UFPR e que já tem um nome galgado não só a nível do Paraná, do Brasil, mas do mundo inteiro e nós como uma universidade nova termos esse acordo e parceria nos permite caminhar juntos e fazermos trocas. Isso é uma oportunidade ímpar e uma honra muito grande e por isso nós temos a certeza que a partir deste abrir de portas que nós reitores acabamos de assinar, teremos muitas áreas desenvolvendo os trabalhos que desejarem de modo a produzir o conhecimento e facilitar a cooperação sul-sul”. Alfredo Buza compartilha também sobre os principais pilares deste acordo. “Primeiro tem a ver com a mobilidade docente-discente e com esse acordo podemos permitir que docentes da universidade UFPR possam se deslocar para Angola, tanto presencial quanto online e vice -versa. O segundo aspecto tem a ver com o trabalhos conjuntos de pesquisas, então já é possível termos grupos de pesquisas em conjunto com pesquisadores das duas instituições, com trocas de parcerias, treinamentos e participações”, conclui.

Gabinete de Tecnologias de Informação e Comunicação/Uniluanda

Fonte: Universidade Federal do Paraná